CNB/CF: XXI Jornada Do Notariado Jovem Do Cone Sul contribui para a formação do futuro do notariado mundial

A XXI Jornada do Notariado Jovem do Cone Sul, evento que ocorre em paralelo com o XXIV Congresso Notarial Brasileiro, entre os dias 29 de agosto e 1º de setembro, na Bahia, é um dos momentos mais importantes para a valorização da atividade notarial brasileira. Isso porque, esta edição, é a primeira que ocorre no Brasil. Além disso, os jovens notários estão convidados a participarem de concurso com a submissão de trabalhos acadêmicos sobre o desempenho, teoria e prática do serviço extrajudicial no país e no mundo. Clique aqui para realizar sua inscrição e leia também o regulamento.
Os temas desta edição são “Contratualização do direito de Família, planejamento sucessório e a atividade notarial no século XXI” (tema 1) e “Novas atribuições e tecnologia: o futuro da atividade notarial” (tema 2). Para cada um desses assuntos, uma mesa avaliadora de trabalhos composta pelos notários reconhecidos do cenário nacional.
Para o oficial do 7º Tabelionato de Notas de São Luís do Maranhão, Gustavo Dal Molin de Oliveira, um dos cinco coordenadores do notariado jovem brasileiro, é no notariado do tipo latino que percebe-se a devoção dos profissionais ao estudo e o engajamento para oferecer soluções jurídicas cada vez mais céleres e eficazes para a população, sem prejuízo da fé pública notarial e da segurança jurídica. “Promover o debate de temas tão importantes como “novas atribuições e tecnologia”, tendências do notariado mundial, revela como o Notariado Jovem do Cone Sul busca aprendizado e capacitação, num ambiente de amizade, união e cooperação, em que todos os esforços se convergem para o desenvolvimento pessoal e profissional daqueles que serão o futuro do notariado”, afirma Gustavo.
“Não temos rotina no exercício da atividade notarial. O cotidiano nos avisa que para oferecer a melhor técnica, o instrumento jurídico adequado, não podemos estagnar. Estudar é a essência do sucesso profissional e as Jornadas do Notariado Jovem, com foco na apresentação dos artigos jurídicos, proporciona uma troca de experiência entre os notários latinos, nos enriquecendo com novidades e aprimoramento”, reitera a coordenadora, Débora Fayad Misquiati.
Os trabalhos inscritos pelos jovens notários, que são aqueles tabeliães de até 40 anos, serão apresentados no período da tarde em paralelo à programação do Congresso Notarial. Os melhores (1º e 2º lugar) serão premiados no evento, conforme avaliação da Mesa Julgadora, e o 3º lugar leva menção honrosa. Todas as apresentações serão compartilhadas em uma publicação especial do Notariado Jovem em formato digital para a posterioridade.
Confira a composição da Comissão Julgadora
TEMA 1
Daisy Ehrhardt
Diretora e conselheira da seccional de Santa Catarina do CNB e da Associação de Notários e Registradores de Santa Catarina
Letícia Franco Maculan Assumpção
Diretora da seccional de Minas Gerais do CNB e diretora do Instituto Nacional de Direito e Cultura
Karin Regina Rick Rosa
Vice-presidente da Comissão de Notários e Registradores do Instituto Brasileiro de Direito de Família e assessora jurídica do CNB/CF
TEMA 2
Hércules Benício
Presidente da seccional do Distrito Federal
Filipe Andrade Lima
Vice-presidente do CNB/CF e da seccional de Pernambuco do CNB
Arthur Del Guércio Neto
Titular do Tabelionato de Notas e Protestos em Itaquaquecetuba, da Região Metropolitana de São Paulo

Texto e edição: CNB/CF

Últimos posts

Comece a digitar e pressione Enter para buscar