CNB/CF: Garantia de segurança da informação no sistema de atos notariais eletrônicos e-notariado foi tema de reunião do CNB com Serpro em Brasília

A consolidação e os próximos passos da parceria do Colégio Notarial do Brasil (CNB) com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), considerada a maior empresa pública de tecnologia do do Brasil,  a fim de promover a desburocratização e segurança da informação de dados notariais foram tema de reunião, nessa terça-feira (30), na sede da empresa, no Distrito Federal. O sistema de informação orientado a serviços notariais e-notariado, desenvolvido pelo Conselho Federal do CNB, e o acordo firmado com o Serpro para utilização do Datavalid, que terá imensa utilidade para os tabeliães brasileiros poderem validarem a identidade das pessoas através da biometria, foram os principais destaques do diálogo entre as duas organizações. A validação dos dados oferecerá segurança para os notários, evitando muitas fraudes de furto de identidade.

O diretor-presidente do Serpro, Caio Mário Paes de Andrade, o diretor de Relacionamento com Clientes, André de Cesero, o superintendente de Novos Negócios, Jacimar Gomes Ferreira e o gerente do Departamento de Negócios para Mercado Privado, Tiago Fetter dos Santos, receberam a diretoria do CNB/CF e falaram sobre a integração dos serviços do órgão federal com o sistema e-notariado.

A proteção dos dados para eliminar e prevenir fraudes na lavração de atos notariais foi discutido como a prioridade entre os presentes. Além disso, o presidente do CNB/CF Paulo Ferreira e o presidente da seccional do Distrito Federal, Hérculos Benício, citaram o exponencial da capacidade dos dados que os tabeliães lidam diariamente para contribuição da chamada “despapelização” dos cartórios e verificação de identidade. A possibilidade de nova parceria para a segurança dos dados da Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (Censec) também foi proposta.

Também acompanhou a reunião a presidente da seccional do Amazonas, Juliana Sá de Fioretti e o assessor de Tecnologia do Conselho Federal do CNB, Renato Martini.

Texto e fotos: Ascom CNB/CF

Últimos posts

Comece a digitar e pressione Enter para buscar