Presidente do CNB/BA participa de palestra sobre Usucapião Extrajudicial em Petrolina/PE

No evento, foram explicados os novos procedimentos do ato formalizado via extrajudicial

A presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção Bahia (CNB/BA) e tabeliã do 2º Ofício de Notas de Juazeiro, Emanuelle Fontes Ourives Perrotta, foi uma das convidadas para a palestra sobre Regularização Fundiária e Usucapião extrajudicial, realizada na última quinta-feira (13.09), no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da cidade de Petrolina (PE).

Com a finalidade de conscientizar os advogados sobre os novos procedimentos a serem aplicados com relação a regularização fundiária e a usucapião extrajudicial, foram levantados alguns casos práticos, como o procedimento, requerimento e documentos necessários para a lavratura da ata notarial da usucapião.

Para a presidente do CNB/BA, o encontro foi “excelente e de extrema importância” por proporcionar a aproximação dos notários e advogados, além de elucidar dúvidas acerca do procedimento no Tabelionato de Notas, o que ainda causa um certo receio.

 “Os novos procedimentos desse ato acabam assustando um pouco porque os envolvidos ficam meio sem saber como proceder. O desconhecido gera uma certa insegurança que leva, muitas vezes, a decisão de não levar esses atos para o extrajudicial”, afirmou.

Ainda de acordo com Perrotta, além da aproximação entre notários e advogados, “a palestra teve como intuito mostrar como é fácil” fazer o ato em um cartório e o quanto o procedimento ali feito fica mais rápido, além de gerar economia e deixar o Judiciário livre para aquelas demandas realmente necessárias.

“Nós precisamos sim da aproximação com a OAB, precisamos deixar claro que somos parceiros e que estamos à disposição deles. Somos mais uma ajuda e ferramenta para que eles consigam resolver as questões dos seus clientes”, disse a presidente.

Durante a palestra, foi ressaltada a grande procura para realização desse ato em cartórios e que já é possível notar um aumento no número de advogados que buscam pelo serviço.  “Eles estão querendo solucionar a questão imobiliária dos seus clientes no Tabelionato de Notas e no Registro de Imóveis, onde ocorrerá o procedimento” finalizou a Perrota.

O evento foi organizado pela OAB Petrolina, por meio da Comissão de Direito Imobiliário e Societário, em parceria com a Escola Superior de Advocacia (ESA) e com o Instituto Baiano de Direito Imobiliário (IBDI).

Fonte: Assessoria de Imprensa

Últimos posts

Comece a digitar e pressione Enter para buscar