Prêmio de Qualidade Total da Anoreg/BR premia seis cartórios baianos

14º edição do PQTA bateu recorde no número de inscritos e premiados

São Paulo (SP) – A 14ª edição do Prêmio de Qualidade Total da Anoreg/BR (PQTA) premiou seis cartórios baianos no último dia 14 de novembro, durante o XX Congresso Brasileiro de Direito Notarial e de Registro, no estado de São Paulo.

A premiação, promovida pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), tem por finalidade avaliar a excelência e a qualidade na gestão organizacional de serviços notariais e registrais de todo o País.

Entre os premiados, três venceram a categoria Diamante: Tabelionato de Protesto de Títulos e Documentos de Feira de Santana, Tabelionato de Protesto de Títulos 1º Ofício de Salvador e o 12º Ofício de Notas de Salvador. Já na categoria Ouro, o Tabelionato do 2º Ofício de Notas de Feira de Santana foi premiado. Na categoria Prata, os vencedores foram o Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas de Bom Jesus da Lapa Prata e o Tabelionato de notas com Funções de protesto de Títulos em Eunápolis.

Segundo Valdemir Sena Carneiro, titular do 2º Ofício de Notas de Feira de Santana, premiado na categoria Ouro, premiações como essa proporcionam uma outra visão de gestão direcionada ao cartório.

“É importante porque passamos a ter uma visão de gestão administrativa baseada em critérios objetivos que permitem uma prestação de serviço com maior celeridade, credibilidade e segurança para os usuários”, destacou.

Premiado na categoria Prata, o tabelião Jean Karlo Woiciechoski Mallmann, do Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas de Bom Jesus da Lapa, destacou a importância de participar do PQTA.

“Receber o prêmio PQTA significa para nós que, nestes menos de dois anos de gestão, diversos objetivos já foram alcançados, não apenas levando-se em conta a avaliação do cartório como prestador de serviços, mas avaliando a sua capacidade de gestão, a sua função social, bem como a sua importância para a comunidade que é atendida”, disse.

Ainda de acordo com o Mallmann, o certame possibilita ao cartório mais visibilidade e proporciona aos clientes uma sensação de maior segurança e credibilidade. “Após a premiação acreditamos que os clientes visualizam o cartório como uma serventia séria e comprometida na busca por melhorias constantes”, mencionou.

Sobre o PQTA

Com o apoio oficial da Corregedoria Nacional de Justiça e de Corregedorias Estaduais de todo o País, em sua 14º edição, o PQTA 2018 teve 201 cartórios inscritos e 181 premiados. Participaram 25 estados brasileiros, sendo São Paulo o recordista de unidades premiadas, com 36 unidades.

Nesta edição, 77 cartórios foram premiados na categoria Diamante, 45 na categoria Ouro, 40 na categoria Prata, 14 na Bronze e quatro receberam menção honrosa.

A auditoria das serventias participantes foi realizada pela APCER Brasil e foram avaliados 10 critérios: Estratégia; Gestão Operacional; Gestão de Pessoas; Instalações; Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho; Gestão Socioambiental; Gestão da Informatização e Controle de Dados; Gestão da Inovação e Compliance. Cada critério gerou uma pontuação específica, sendo que as somas classificaram os vencedores nas categorias Diamante, Ouro, Prata e Bronze.

Últimos posts

Comece a digitar e pressione Enter para buscar