Notariado Jovem brasileiro ganha primeiro lugar nos dois temas da XX Jornada do Cone Sul

Trabalhos de Talita Baptista e Gustavo Dal Molin ficam com a primeira colocação em certame que contou com a participação de notários de Argentina, Paraguai e Uruguai.

Ciudad del Leste (Paraguai) – Os notários jovens brasileiros fecharam com chave de ouro sua participação na XX Jornada do Notariado Jovem do Cone Sul, realizada entre os dias 17 e 19 deste mês em Ciudad del Leste, no Paraguai. Talita Seiscento Baptista e Gustavo Del Molin de Oliveira tiveram seus trabalhos condecorados com a primeira colocação em seus respectivos temas, após a avaliação da Comissão Organizadora composta por notários de Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Ao todo, foram apresentados 23 trabalhos, sendo 16 relacionados ao Tema I: “O futuro da função notarial. O cibernotário (redes sociais). E-commerce e a função notarial”, e sete relacionados ao Tema II: “O notário na prevenção à lavagem de dinheiro”. O Brasil apresentou um trabalho para cada tema, ambos ganhadores, enquanto a Argentina apresentou 8 estudos, assim como o Uruguai, que também trouxe 8 trabalhos, seguidos pelo Paraguai com 5.

A tabeliã paulista Talita Seiscento Baptista, ganhadora do tema I, apresentou o trabalho “Como estamos nos preparando para morrer na internet? A herança digital e a necessidade uma nova visão da atividade notarial”. “Estou muito feliz com o prêmio. É importante para a divulgação desse tema novo e que precisa ser mais estudado. Também é importante para o reconhecimento internacional do notariado brasileiro”, disse Talita.

Ainda no primeiro tema, Santiago Gaston Aparicio, com o tema “A função notarial e as novas tecnologias”, ganhou menção especial; e Ana Paula Rodao, com o tema “Big Bang”; ganhou o segundo lugar.

O Brasil também ganhou o primeiro lugar na avaliação do Tema II, com o trabalho do tabelião Gustavo Dal Molin de Oliveira, de São Luís (MA), que tratou do tema “O notário na prevenção de lavagem de dinheiro”. “Tivemos dois dias de com palestras muito interessantes, que abordaram em alto nível os dois temas propostos”, disse Gustavo. “O Brasil tem muito a ensinar e também muito a aprender com as boas práticas dos argentinos, paraguaios e uruguaios”, completou.

Fernando Ruben Baez Artecona, ficou em segundo lugar com o tema “O notário na prevenção de lavagem de dinheiro” e Walter Jisdonian ganhou menção especial, com o tema “Luta contra a prevenção de lavagem de dinheiro”.

Representaram o Brasil nas conclusões do evento Wendell Salomão, que faz parte da comissão do Notariado Jovem Brasileiro e escrevente do 5º tabelionato de Ribeirão Preto (SP), e Talita Seiscento Baptista, também integrante da comissão e tabeliã do cartório de Arco Íris (SP).

Próximo Cone Sul
Durante o encontro, foi divulgado que o Brasil será sede da próxima Jornada do Notariado Jovem do Cone Sul. O evento será realizado em agosto, conjuntamente ao XXIV Congresso Notarial Brasileiro, na Praia do Forte, em Mata de São João, na Bahia.

“Será uma grande honra para o Brasil recebè-los. Além das festas já tão conhecidas, queremos que vocês conheçam a nossa estrutura, os nossos serviços, que são um pouco diferentes dos que vocês conhecem”, disse Wendell Salomão, um dos coordenadores do Notariado Jovem brasileiro.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Últimos posts

Comece a digitar e pressione Enter para buscar