Giro pelas Serventias: 8º Ofício de Notas de Salvador

Além das mudanças na infraestrutura, o cartório inovou com melhorias em tecnologia, informatizando todo o serviço, e também no desenvolvimento de projetos sociais

No Giro pelas Serventias desta semana, o Colégio Notarial do Brasil – Seção Bahia (CNB/BA) divulga entrevista com a titular do 8º Ofício de Notas de Salvador, Carolina Catizane, que assumiu a serventia no dia 18 de julho de 2017.

Desde sua posse, Carolina já realizou mudanças significativas tanto na parte física quanto na tecnológica, inovando o espaço e o serviço. Atualmente, o 8º Ofício de Notas, que atualmente tem uma nova sede, conta com uma infraestrutura adequada, com acessibilidade, conforto, fácil estacionamento e atendimento ágil. Já na parte tecnológica, todo o cartório foi informatizado.

Com o intuito de melhorar a relação com os clientes, foi criada uma equipe de ouvidoria do código de ética e conduta para os colaboradores, além da realização de pesquisa de satisfação com os usuários do serviço.

De acordo com a tabeliã, todas as inovações têm como foco oferecer um atendimento de excelência na prestação de serviços notariais e com garantia de segurança jurídica. “Por esta razão, a alteração de endereço da serventia para local de fácil acesso por todos os meios de transporte, já que além das linhas de ônibus, há estação de metrô”, completou.

Carolina ressalta ainda que o 8º Ofício de Notas conta com setor administrativo, jurídico e de recursos humanos. Sendo a serventia dividida em três núcleos: balcão; procurações; e escrituras públicas. Todos acompanhados diretamente por coordenadores bem preparados.

Por essa razão, para integrar a equipe do cartório, o profissional precisa ser capacitado e passa por uma criteriosa seleção.

Segundo a delegatária, atualmente, a maior parte de seus colaboradores possui graduação ou formação em curso relacionado à área. A capacitação dos funcionários é realizada por meio de incentivo para participação em cursos e seminários, além de treinamento interno, acesso direto à tabeliã para esclarecimentos de dúvidas e debates, encontros regulares da equipe, palestras motivacionais, discussão sobre alterações na legislação, e o treinamento sempre focado na formação de auxiliares e escreventes cordiais, gentis, ágeis e competentes.

“Há ainda o zelo por um ambiente de trabalho saudável e o programa de incentivo por meio da avaliação do funcionário do mês, além de outros meios de constante motivação de toda a equipe”, enfatizou.

A serventia também atua em favor da comunidade por outros meios, como desenvolvendo campanhas sociais na região, como a realizada no Hospital da Criança Martagão Gesteira, por meio do troco solidário. Além das campanhas de conscientização ao câncer de mama e ao câncer de próstata.

Com foco no meio ambiente, o tabelionato também tem em andamento um projeto a fim de obter autorização junto à Prefeitura Municipal para se tornar um ponto de coleta de pilhas para correta destinação. O projeto deve ser protocolado nos próximos dias.

Nascida em Minas Gerais, antes de ingressar na atividade notarial no Estado da Bahia, Carolina também foi registradora civil e tabeliã de notas em  Catas Altas (MG), registradora de imóveis substituta na Comarca de Taquaritinga, no Estado de São Paulo, tabeliã e registradora em São Miguel do Gostoso e Touros, ambos no Rio Grande do Norte.

Por fim, no dia 11 de julho de 2017 iniciou na Comarca de Salvador, tornando-se titular do Registro Civil das Pessoas Naturais de Santo Antônio do Carmo, e depois tabeliã no 8º Ofício de Notas.

Recommended Posts

Comece a digitar e pressione Enter para buscar